Home Pesquisar Endereços úteis Meio Ambiente Astronomia Recicle Classificados Dinossauros Anuncie Noticias Fale Conosco

Historias do Brasil

 
Demografia do Brasil
Como surgiu o nome Brasil
historia do Brasil
História do Açúcar Brasileiro
Como hastear bandeira
Descobridor do Cruzeiro do Sul
Moedas do Brasil e Mundo
Descobrimento do Brasil
7 de Setembro
Independência do Brasil
Migrações no Brasil
Mapa do Brasil
Bandeiras do Brasil
Hinos Nacionais
O Tratado de Tordesilhas
Etnia
Significado Cruzeiro do Sul
O porquê de 19/11/ 1889
Patriotismo
Corrupção

O Motivo das Navegações Portuguesas

Expedição às Índias

A Escola de Sagres

Tratado de Tordesilhas

Pedro Álvares Cabral

O Cientista da Viajem

A Partida

Terra à Vista

A Chegada

O Retorno

O Descaso com o Brasil

Capitanias Hereditárias

O Domínio Espanhol no Brasil

Cronologia

Fotos de Duque de Caxias

Tiradentes

Cultura
Sesmaria
Abolição da Escravatura
Guerra de Canudos
Balaiada
Guerra do Paraguai
Índios Brasileiros
Bandeirantes
Ditadura
Imigração no Brasil
Invasão Holandesa
Brasil Colônia
Escravidão no Brasil
Guerra dos Emboabas
Proclamação da República
Brasil República Era Vargas
Guerra dos Farrapos
Quilombos
Documentos  do Brasil
Dom Pedro ll
Abertura dos Portos

Carta de Pero Vaz de Caminha

Estado Novo Dia do Fico
Cabanagem
Coluna Prestes

Guerra dos Farrapos

Proclamação da República
Pau Brasil
Cristovão Colombo
Canudos
Conjuração Baiana
Lei Áurea Pau Brasil
Lei do Ventre Livre

Carta

 

Serviço

 
Árvore
Bolsa de valores Dólar Euros
Carta ao Leitor
Ciência
Culinária
Desaparecidos
Descobrimento do Brasil
Emissoras de Rádios
Endereços Úteis
Historia do Brasil
Globalização
Lixo Recicle
Mandamentos
Mapa do Brasil
Meio Ambiente
Mulher
Musicas
Paises
Plantas Medicinais
Piadas
Política
Olimpíadas
Sexo
Site uteis
Truques do amor
Vídeos
Jogos
Noticias Gerais
Nossa Historia
 
 
  7 DE SETEMBRO  
   
   


7 DE SETEMBRO
INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

Embora o país tenha começado a romper os grilhões coloniais no instante em que D.João VI abriu os portos "às nações amigas", em janeiro de 1808, os fatos quer antecederam a independência do Brasil estão diretamente ligados à Revolução Liberal do Porto, que eclodiu em agosto de 1820.

Portugal era então governado pelo marechal inglês Beresford, que expulsara os franceses do país. Indignados com a situação - e com o fato de custearem a permanência de D.João VI no Brasil -, os revoltosos se aproveitaram da ida de Beresford ao Rio para deflagar o movimento.


 Além de forçar D.João VI a retornar a Portugal a junta provisória que assumiu o controle do país decidiu reconvocar as Cortes Gerais Extraordinárias e Constituintes da Nação Portuguesa, que, noutros tempos, eram reunidas em épocas de crise.


E foi graças à intransigência das Cortes que os fatos se precipitaram, não deixando aos brasileiros outra opção que não a luta pela independência. Como Portugal não tinha uma Constituição, D.João VI foi forçado a jurar uma nova, que se baseava na Constituição espanhola de 1812.

Pelas novas regras do jogo, o Brasil - que, desde 1808, ocupava uma posição de supremacia no império português - perdia seus privilégios e teria de voltar a se submeter inteiramente ao governo da metrópole. Mas o novo regime, representativo, permitiria a participação brasileira no governo de Lisboa. O problema era que, de acordo com as novas leis, as colônias eram sub-representadas e as eleições, indiretas.

Assim sendo, das 181 cadeiras das Cortes, apenas 72 poderiam ser ocupadas por deputados brasileiros - e, entre esses, havia os que eram francamente favoráveis à metrópole. Apesar dessas vantagens, as Cortes sequer esperaram que todos os representantes do Brasil chegassem a Lisboa para, em 7 de março de 1821 - com somente 46 dos 72 brasileiros presentes no plenário -, votar a emenda que simplesmente dissolvia o reino do Brasil.

Na verdade, não era difícil perceber que o propósito básico das Cortes era "recolonizar" o Brasil. Em sessões tensas e tumultuadas (foto acima), com os deputados quase trocando sopapos, as Cortes decidiram que o Brasil não apenas deixaria de ser um reino unido a Portugal como também o vice-reinado, com sede no Rio de Janeiro, não seria reestabelecido. Em vez de possuir um governo central, o Brasil seria dividido em províncias autônomas, cujos governadores (militares) seriam nomeados pelas próprias Cortes.

Foram eliminadas também todas as agências, repartições públicas e tribunais de justiça estabelecidos depois de 1807. Além disso, estavam sumariamente demitidos todos os juízes, advogados, escreventes e burocratas que ocupavam esses postos.
E, como se não bastasse, as Cortes exigiam o retorno imediato a Lisboa do príncipe regente já que, na opinião dos deputados, não tendo mais o Brasil um governo central, a presença de D. Pedro no Rio passava a ser figurativa.

 Mas as Cortes decidiram também que não havia lugar para D.Pedro em Portugal: o príncipe deveria fazer, incognitamente, "uma viagem pela Inglaterra, França e Espanha para aprofundar sua educação, de modo a, algum dia, poder ocupar condignamente o trono lusitano".

Uma declaração de guerra não teria efeito maior: enquanto o Brasil se preparava para entrar no século 19, as Cortes propunham um retorno ao século 17. Embora as determinações fossem absurdas e injustas, D.Pedro estava decidido a cumpri-las.

Afinal, as tropas portuguesas estacionadas no Rio e os comerciantes lusitanos residentes no país assim o exigiam. Mas então, em janeiro de 1822, o príncipe recebeu uma petição escrita por José Bonifácio (imagem ao lado) e assinada por toda a junta provincial de São Paulo. Era um documento poderoso, que clamava que o príncipe desafiasse as Cortes e permanecesse no Brasil. O texto, comovente, emocionou D.Pedro - e mudou o rumo da história do Brasil.

Eduardo Bueno/Zero Hora/Agência RBS


Pedimos sua atenção:

Novo sistema de governo (inventado) para o Brasil é (Apolítico), ou seja, sem políticos, troque a irresponsabilidade pela responsabilidade, de o seu apoio no site: http://sfb-br.org





Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Coloque este portal em seus favoritos. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.


Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região
 

PUBLICIDADE

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. (Politica de Privacidade). Revisado em: 27 janeiro, 2016. Melhor visualizado em 1280x800 pixel