Historia do Brasil

 
Demografia do Brasil
Como surgiu o nome Brasil
historia do Brasil
História do Açúcar Brasileiro
Como hastear bandeira
Descobridor do Cruzeiro do Sul
Moedas do Brasil e Mundo
Descobrimento do Brasil
7 de Setembro
Independência do Brasil
Migrações no Brasil
Mapa do Brasil
Bandeiras do Brasil
Hinos Nacionais
O Tratado de Tordesilhas
Etnia
Significado Cruzeiro do Sul
O porquê de 19/11/ 1889
Patriotismo
Corrupção
O Motivo das Navegações
Portuguesas
Expedição às Índias
A Escola de Sagres
Tratado de Tordesilhas
Pedro Álvares Cabral
O Cientista da Viajem
A Partida
Terra à Vista
A Chegada
O Retorno
O Descaso com o Brasil
Capitanias Hereditárias
O Domínio Espanhol
Cronologia
Fotos de Duque de Caxias
Sesmaria
Abolição da Escravatura
Guerra de Canudos
Balaiada
Guerra do Paraguai
Índios Brasileiros
Bandeirantes
Ditadura
Imigração no Brasil
Invasão Holandesa
Brasil Colônia
Escravidão no Brasil
Guerra dos Emboabas
Proclamação da República
Brasil República Era Vargas
Guerra dos Farrapos
Quilombos
Documentos  do Brasil
Dom Pedro ll
Abertura dos Portos

Carta de Pero Vaz de Caminha

Estado Novo Dia do Fico
Cabanagem
Coluna Prestes

Guerra dos Farrapos

Proclamação da República
Pau Brasil
Cristovão Colombo
Canudos
Conjuração Baiana
Lei Áurea Pau Brasil
Lei do Ventre Livre

Carta

 

Serviço

 
Árvore
Bolsa de valores Dólar Euros
Carta ao Leitor
Ciência
Culinária
Desaparecidos
Descobrimento do Brasil
Emissoras de Rádios
Endereços Úteis
Historia do Brasil
Globalização
Lixo Recicle
Mandamentos
Mapa do Brasil
Meio ambiente
Mulher
Musicas
Paises
Plantas Medicinais
Piadas
Política
Olimpíadas
Sexo
Sites
Truques do amor
Vídeos
Nossa Historia
 

Meio Ambiente

 

O que é Meio Ambiente
Declaração do Ambiente
Aquíferos
Água o liquido precioso
Anfíbios
Arvores
Animais Pré-histórico
Animais em extinção
Aves
Baleias  ancestrais
Cães
Celenterados ou Cnidários
Cobras
Crustáceos
Equinodermos
Gatos
Grandes Felinos
Insetos
Macacos
Mamíferos em geral
Moluscos
Oceanos e Rios
Peixes água doce
Peixes água salgada
Poríferos
Protozoários
Répteis em geral
Tartarugas
Vídeos de Animais
Donativos voluntários
 
 

 

 

Descobrimento do Brasil

   

 

 

 ESCRAVOS NO BRASIL

História do Brasil na época da escravidão, o tráfico de escravos, os navio negreiros, a utilização da mão-de-obra escrava na História do Brasil


Escravidão no Brasil

No Brasil, a escravidão teve início com a produção de açúcar na primeira metade do século XVI. Os portugueses traziam os negros africanos de suas colônias na África para utilizar como mão-de-obra escrava nos engenhos de açúcar do Nordeste. Os comerciantes de escravos portugueses vendiam os africanos como se fossem mercadorias aqui no Brasil. Os mais saudáveis chegavam a valer o dobro daqueles mais fracos ou velhos.

O transporte era feito da África para o Brasil nos porões do navios negreiros. Amontoados, em condições desumanas, muitos morriam antes de chegar ao Brasil, sendo que os corpos eram lançados ao mar.

Nas fazendas de açúcar ou nas minas de ouro (a partir do século XVIII), os escravos eram tratados da pior forma possível. Trabalhavam muito (de sol a sol), recebendo apenas trapos de roupa e uma alimentação de péssima qualidade. Passavam as noites nas senzalas (galpões escuros, úmidos e com pouca higiene) acorrentados para evitar fugas. Eram constantemente castigados fisicamente, sendo que o açoite era a punição mais comum no Brasil Colônia.

Eram proibidos de praticar sua religião de origem africana ou de realizar suas festas e rituais africanos. Tinham que seguir a religião católica, imposta pelos senhores de engenho, adotar a língua portuguesa na comunicação. Mesmo com todas as imposições e restrições, não deixaram a cultura africana se apagar. Escondidos, realizavam seus rituais, praticavam suas festas, mantiveram suas representações artísticas e até desenvolveram uma forma de luta: a capoeira.

As mulheres negras também sofreram muito com a escravidão, embora os senhores de engenho utilizassem esta mão-de-obra, principalmente, para trabalhos domésticos. Cozinheiras, arrumadeiras e até mesmo amas de leite foram comuns naqueles tempos da colônia.

No Século do Ouro (XVIII) alguns escravos conseguiam comprar sua liberdade após adquirirem a carta de alforria. Juntando alguns "trocados" durante toda a vida, conseguiam tornar-se livres. Porém, as poucas oportunidades e o preconceito da sociedades acabavam fechando as portas para estas pessoas.



O negro também reagiu à escravidão, buscando uma vida digna. Foram comuns as revoltas nas fazendas em que grupos de escravos fugiam, formando nas florestas os famosos quilombos. Estes, eram comunidades bem organizadas, onde os integrantes viviam em liberdade, através de uma organização comunitária aos moldes do que existia na África. Nos quilombos, podiam praticar sua cultura, falar sua língua e exercer seus rituais religiosos. O mais famoso foi o Quilombo de Palmares, comandado por Zumbi.
 

Novo sistema de governo (inventado) para o Brasil é (Apolítico), ou seja, sem políticos, troque a irresponsabilidade pela responsabilidade, de o seu apoio no site: http://sfb-br.org


Campanha Abolicionista e a Abolição da Escravatura

A partir da metade do século XIX a escravidão no Brasil passou a ser contestada pela Inglaterra. Interessada em ampliar seu mercado consumidor no Brasil e no mundo, o Parlamento Inglês aprovou a Lei Bill Aberdeen (1845), que proibia o tráfico de escravos, dando o poder aos ingleses de abordarem e aprisionarem navios de países que faziam esta prática.

Em 1850, o Brasil cedeu às pressões inglesas e aprovou a Lei Eusébio de Queiróz que acabou com o tráfico negreiro. Em 28 de setembro de 1871 era aprovada a Lei do Ventre Livre que dava liberdade aos filhos de escravos nascidos a partir daquela data. E no ano de 1885 era promulgada a Lei dos Sexagenários que garantia liberdade aos escravos com mais de 60 anos de idade.

Somente no final do século XIX é que a escravidão foi mundialmente proibida. Aqui no Brasil, sua abolição se deu em 13 de maio de 1888 com a promulgação da Lei Áurea, feita pela Princesa Isabel.

 

Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Coloque este portal em seus favoritos. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.

 

Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região.
 

PUBLICIDADE

 

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. (Politica de Privacidade). Revisado em: 13 julho, 2015. Melhor visualizado em 1280x800 pixel