Home Pesquisar Úteis Ambiente Astronomia Recicle Cidades Dinossauros Anuncie Noticias Fale Conosco
 

Indicadores do Mercado

 
Valores Imobiliários
Historia Mercado e Capitais
Mercados e Capitais
Risco de Mercado
BM&F
Debênture
Fundos de Investimento
balcão organizado
Bolsas do Brasil
Bolsas do mundo
Participantes do mercado
Indicadores
Cotação dólar, euros
Moedas do Mundo
Painel investidor
Segurança Financeira
 

Serviço

 
Árvore
Bolsa de valores
Carta ao Leitor
Ciência
Culinária
Desaparecidos
Descobrimento do Brasil
Emissoras de Rádios
Endereços Úteis
Historia do Brasil
Globalização
Lixo Recicle
Mandamentos
Mapa do Brasil
Meio Ambiente
Mulher
Musicas
Paises
Plantas Medicinais
Piadas
Política
Olimpíadas
Sexo
Site uteis
Truques do amor
Vídeos
Jogos
Noticias Gerais
Nossa Historia
 
 
 
  BALCÃO ORGANIZADO Noticias de Economia



Mercado de Balcão

 

Balcão organizado


O mercado de balcão é dito organizado no Brasil quando as instituições que o administram criam um ambiente informatizado e transparente de registro ou de negociação e têm mecanismos de auto-regulamentação.

 

Nos mercados de negociação - onde também essas instituições são autorizadas a funcionar pela CVM e por ela são supervisionadas - cria-se um ambiente de menor risco e transparência para os investidores se comparado ao mercado de balcão não organizado. mercado de balcão não organizado
Mercado de títulos e valores mobiliários cujos negócios não são supervisionados por entidade auto-reguladora.

No mercado de balcão os valores mobiliários são negociados entre as instituições financeiras sem local físico definido, por meios eletrônicos ou por telefone. São negociados valores mobiliários de empresas que são companhias registradas na CVM, e prestam informações ao mercado, não registradas nas bolsas de valores.

O primeiro mercado de balcão organizado mercado de balcão organizado Ambiente de negociação administrado por instituições auto-reguladoras, autorizadas e supervisionadas pela CVM, que mantêm sistema de negociação (eletrônicos ou não) e regras adequadas à realização de operações de compra e venda de títulos e valores mobiliários, bem como à divulgação das mesmas.

 

Destinado à negociação de ações criado no Brasil foi a Sociedade Operadora de Mercado de Ativos Ativos Bens e direitos possuídos por uma empresa ou fundo de investimento.

 

Para fundos de investimento, representa todos os títulos (títulos públicos, títulos privados, ações, commodities, cotas de fundo de investimento, etc.) que compõe a carteira do fundo- SOMA, adquirida pela BOVESPA em 2002. Em seu lugar, foi implantado o SOMA FIX, atual mercado de balcão organizado de títulos de renda fixa da bolsa paulista.

Atuam como intermediários neste mercado não somente as corretoras de valores, membros da BOVESPA, mas também outras instituições financeiras, como bancos de investimento e distribuidoras de valores.

 

 

Além das ações, outros valores mobiliários são negociados em mercados de balcão organizado, como na CETIP e no mercado de balcão operado pela BM&F, tais como debêntures, cotas de fundos de investimento imobiliário, fundos fechados, fundos de investimento em direitos creditórios - FIDCs, certificados de recebíveis imobiliários - CRIs, entre outros.

CETIP - Câmara de Custódia e Liquidação

A CETIP atua como Entidade de Balcão Organizado e como câmara de custódia e liquidação de títulos e valores mobiliários, por autorização da CVM - Comissão de Valores Mobiliários e do Banco Central. Dessa forma, faz a guarda eletrônica (custódia) de títulos emitidos por instituições financeiras e por empresas de diversos setores da economia, no caso dos valores mobiliários.

 

Também efetua a liquidação financeira das operações, transferindo a titularidade dos títulos negociados do vendedor para o comprador e creditando e debitando o valor correspondente em suas respectivas contas.

Além disso, a CETIP é um ambiente de negociação, onde são registrados os negócios de compra e venda de títulos e valores mobiliários realizados por telefone, entre as instituições financeiras, ou são efetuadas operações online, diretamente na Plataforma de Negociação Eletrônica - o CetipNET.

 

Nesse ambiente, podem ser negociados todos os valores mobiliários de renda fixa do país, como debêntures, cotas de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC) certificados de recebíveis imobiliários (CRI), notas comerciais, títulos do agronegócio e derivativos derivativos Denominação genérica para operações que têm por referência um ativo qualquer, chamado de "ativo base" ou "ativo subjacente" (que em geral é negociado no mercado à vista).

 

Derivativos usualmente têm uma data de vencimento. Exemplos de derivativos são opções de compra/venda, futuros e swapsde balcão. Somente neste último segmento, a CETIP registra 8 tipos diferentes, como Contratos de Swap, Swap.

 

Em termos gerais, são acordos de troca de rendimentos gerados por dois ativos diferentes. Os tipos mais convencionais de swaps são acordos de troca de juros pagos por títulos diferentes ou títulos denominados em moedas diferentes. Opções, Termo de Moeda, Swap de Fluxo de Caixa e com Reset, entre outros.

Como associação civil, sem fins lucrativos, a CETIP pertence às instituições financeiras, que são suas associadas - cerca de 500, atualmente. Entre os mais de 6 mil participantes, estão empresas de leasing, fundos de investimento e pessoas jurídicas não-financeiras, como seguradoras e fundos de pensão

:



  Proteger as árvores, animais, rios e mares é um dever cívico. Faça sua parte, todos seremos responsabilizados pelo que estamos fazendo de mal a natureza.




Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.


Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região
 



Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. Revisado em: 28 setembro, 2015. Melhor visualizado em 1280x800 pixel