Home Pesquisar Úteis Ambiente Astronomia Recicle Cidades Dinossauros Anuncie Noticias Fale
 
   
Recicle
   




Defesa Civil reconhece situação de emergência em 28 cidades do Paraná

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, anunciou hoje (20) o reconhecimento da situação de emergência, por procedimento sumário, em 28 municípios do Paraná. A informação foi publicada no site do ministério e a portaria, no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

O ministério informou que um técnico está na região para levantar os prejuízos e o número de pessoas afetadas pelas chuvas. De posse dessas informações, o governo federal definirá como vai apoiar os estados do Sul afetados pelas chuvas.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Estado do Paraná informou que 64 municípios foram atingidos pelas chuvas dos últimos dias. Ao todo, ao menos 51.400 pessoas foram afetadas, 429 estão desalojadas, ou seja, precisaram recorrer a abrigos públicos, e 114 pessoas estão desabrigadas, o que significa que estão fora de suas residências mas não precisaram de abrigos públicos. Pelo menos 4.600 casas estão danificadas e 18 foram destruídas. Desde o sábado (18) não há alertas de chuvas fortes, informou a Defesa Civil do estado.

O ministro Gilberto Occhi anunciou o apoio do governo federal ao estado na quinta-feira (16), enviando kits de ajuda humanitária. O material começa a chegar ainda hoje ao Paraná e contém kits de higiene pessoal, limpeza, cestas de alimentos, kits dormitório e colchões. Os kits serão entregues em três centros de distribuição do estado até quarta-feira (22): Curitiba, Maringá e Francisco Beltrão. O material corresponde a ser distribuído custou R$ 870 mil aos cofres públicos.

O ministério informou que os estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul também receberão ajuda complementar do governo federal. Nesse momento, técnicos do ministério estão nos estados auxiliando no levantamento de quantos kits serão necessários para atender a população. O levantamento deve ser finalizado entre hoje e amanhã.

No Rio Grande do Sul, o último boletim da Defesa Civil do estado divulgado hoje informa que 63 municípios foram afetados pelas chuvas. O número de pessoas atingidas chega a 38.228. Pelo menos 2.700 pessoas estão em abrigos. Em Gravataí (RS), 840 pessoas ficaram desabrigadas em função das chuvas da madrugada. O total de atingidos na localidade é de 9.500 pessoas. Dois municípios gaúchos, Esteio e Rolante, decretaram situação de emergência. Vinte e uma cidades aguardam análise para a decretação de situação de emergência. Em algumas localidades há inundação e risco de deslizamentos.

Com as chuvas, o abastecimento regular de água pode ser afetado em parte da Região Metropolitana. Algumas estações de captação foram inundadas o que obrigou o desligamento de bombas, por medida de segurança.

Já em Santa Catarina, a Defesa Civil do estado anunciou nesta segunda-feira que, mesmo sem chuvas, o Rio Canoinhas continua subindo 1 centímetro por hora. Desde o dia 10, o estado registrou duas mortes, 62 pessoas desabrigadas e mais de 13.500 afetadas pelas chuvas em 54 municípios.

A assessoria da instituição informou que os municípios do estado estão finalizando o Formulário de Informação do Desastre e aguardam a homologação da situação de emergência ou estado de calamidade, pelo governo estadual, e o reconhecimento da União para que possam receber recursos. Nos 54 municípios afetados na região oeste do estado, 1.421 pessoas ficaram desalojadas e mais de 1.200 residências foram danificadas ou destruídas. Segundo a Defesa Civil, 41 instalações públicas, incluindo escolas e unidades de saúde também foram destruídas ou estão danificadas, além de 582 pontes.

(Com conteúdo Agencia Brasil)




  Proteger as árvores, animais, rios e mares é um dever cívico. Faça sua parte, todos seremos responsabilizados pelo que estamos fazendo de mal a natureza.






Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região

PUBLICIDADE
 

Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.


Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. (Declaração de Privacidade). Revisado em: 20 julho, 2015. Melhor visualizado em 1280x800 pixel