Home Pesquisar Úteis Ambiente Astronomia Recicle Cidades Dinossauros Anuncie Noticias Fale Conosco
  ORGÃO SEXUAIS  
   

Os órgãos sexuais são, em biologia, os órgãos diretamente envolvidos na reprodução e que fazem parte do aparelho reprodutor. Nos animais, são muitas vezes um sinónimo de órgãos genitais, termo que não é aplicado no caso das plantas.

Genitália

Com origem na palavra latina correspondente, genitália significa o conjunto dos órgãos sexuais ou caracteres sexuais primários dos animais.

Órgãos genitais femininos
Aparelho reprodutor feminino


Na linguagem vulgar, o termo refere-se principalmente aos órgãos sexuais externos (por exemplo, o pênis e a vulva nos mamíferos, ou o petasma e o télico nos camarões. Os restantes órgãos são muitas vezes chamados genitália internos.


Frequentemente o termo órgão sexual refere-se por extensão a qualquer parte do corpo envolvida no jogo erótico. A lista abrangente dos órgãos sexuais incluiria certamente o ânus para ambos os sexos, os seios (especialmente os mamilos) para as mulheres, e possivelmente os mamilos nos homens.

Os órgãos genitais humanos

Parte interna genitalia femininaNa mulher, o sistema reprodutor possui a forma de uma pêra, sendo o conjunto dos órgãos genitais internos formado pelo ovário, tuba uterina, o útero e a vagina, e o dos órgãos genitais externos formado pelos lábios maior e menor, o monte púbico, o vestíbulo da vagina, o clitóris, o bulbo do vestíbulo e as glândulas vestibulares maiores. .

Os ovários são duas estruturas, uma de cada lado do corpo, situadas dentro da cavidade pélvica. São responsáveis pela produção dos óvulos, após a puberdade. Parte deles produzem os hormônios sexuais femininos, o estrogénio e a progesterona, responsáveis pelas características sexuais secundárias da mulher (desenvolvimento dos seios, deposição de gordura sobre as coxas e as nádegas, menstruação, etc.) e pela gestação, respectivamente.


As trompas de Falópio, também ditas tubas uterinas, são também em número de duas, e localizam-se na cavidade pélvica ligando-se ao útero, sendo a via pela qual o óvulo (liberado mensalmente) atinge o útero. Nesse trajeto, pode haver a fecundação e o início de uma nova vida, através da gestação.


O útero é o órgão no qual o óvulo fertilizado se fixa e se desenvolve até o nascimento do bebê. Mede cerca de 8 cm de comprimento, 4 cm de largura na sua parte superior e tem espessura de 2 cm. Durante a gravidez, esse tamanho é aumentado em diversas vezes.


A vagina é o órgão feminino da cópula. É a extremidade inferior do “canal do parto”. Serve também como ducto excretor da menstruação.

Os órgãos genitais femininos externos compreendem o monte da pube, os lábios maiores, os lábios menores, o vestíbulo da vagina, o clitóris, o bulbo do vestíbulo e as glândulas vestibulares maiores.

O monte da pube é uma elevação arredondada que se encontra em posição média e à frente da sínfise púbica. Constitui-se, basicamente, de um acúmulo de gordura e, após a puberdade, encontra-se recoberta por pêlos.

Os lábios maiores são duas pregas alongadas abaixo do monte da pube. São os correspondentes ao saco escrotal do homem.
Os lábios menores são duas pequenas pregas de pele localizadas entre os lábios maiores, uma de cada lado da vagina. Encontram-se escondidos pelos lábios maiores.

O vestíbulo da vagina é uma fenda entre os lábios menores que contém o óstio da vagina (“abertura da vagina”), óstio da uretra (“abertura da uretra”, “canal da urina”) e a abertura dos ductos das glândulas vaginais.


O clitóris é composto de tecido erétil que se engurgita de sangue e aumenta de tamanho, quando estimulado sexualmente. É uma região bastante sensível, tal como a glande do pênis, mas não é atravessado pela uretra (“canal da urina”).
O bulbo do vestíbulo são duas pequenas massas pares e alongadas de tecido erétil, que se localizam ao lado dos óstios da vagina.


As glândulas vestibulares maiores são duas estruturas arredondadas ou ovóides que se localizam logo atrás do bulbo do vestíbulo e que, durante a relação sexual, são comprimidas e secretam muco, que serve para lubrificar a vagina.


Órgãos genitais masculinos

Aparelho reprodutor masculino


Órgãos sexuais masculinos externos. Os órgãos genitais do homem compreendem os testículos e os epidídimos (situados no escroto), os ductos deferentes, as vesículas seminais, os ductos ejaculatórios, a próstata, as glândulas bulbouretrais e a pica. Todos esses órgãos são pares, com exceção da próstata, do escroto e do pênis, que são únicos.


Órgãos sexuais masculinos externosOs testículos são órgãos pares e ovóides. Após a puberdade produzem os espermatozóides e secretam hormônio, que é responsável pelas características sexuais masculinas secundárias (pêlos, voz grave, massa muscular, ejaculação, etc.).


O epidídimo é uma estrutura em forma de C, a qual se prende ao testículo. Sua função é armazenar os espermatozóides.
O ducto deferente é um canal que leva os espermatozóides do epidídimo até o ducto ejaculatório.


As vesículas seminais são duas bolsas em forma de saco que produzem parte do líquido seminal. Têm aproximadamente 5 cm de comprimento.


O ducto ejaculatório é o canal por onde passa o esperma, que contém os espermatozóides e os líquidos das vesículas seminais e da próstata.


A próstata é composta por músculo liso, tecido fibroso e contém glândulas. Sua secreção é responsável pelo odor característico do sêmen. Localiza-se atrás da bexiga. Seu tamanho é variável, medindo transversalmente 4 cm, verticalmente 3 cm e tem 2 cm de profundidade.


As glândulas bulbouretrais são duas estruturas de forma arredondada que se encontram na uretra. Secretam uma substância semelhante ao muco, cuja função é limpar o canal da uretra por onde passa também a urina - cujo pH é básico - e neutralizar o pH do canal graças a sua composição ácida (ácido siálico), além de lubrificar o caminho dos SPTZs.


Os órgãos genitais masculinos externos são o escroto (que contém os testículos) e o pénis.

O escroto é uma bolsa localizada atrás do pênis e dividida em dois compartimentos, cada qual com seu testículo e epidídimo. Frequentemente, o compartimento esquerdo está um pouco mais baixo que o direito. A sua pele é fina, contém poucos pêlos e muitas glândulas sudoríferas e sebáceas.


O pênis é o órgão masculino da cópula. Sua ereção ocorre graças à entrada de sangue. Consiste em uma raiz e um corpo. A raiz é a parte fixa do pênis e o corpo é a parte livre ou pendular do órgão. A glande do pênis está separada do resto do corpo pelo colo da glande. Uma camada dupla de pele passa do colo para a glande, para cobri-la. É o prepúcio, retirado por cirurgia em alguns homens (circuncisão ou cirurgia de fimose).



Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região

PUBLICIDADE
 


Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Coloque este portal em seus favoritos. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. (Politica de Privacidade). Revisado em: 29 abril, 2015. Melhor visualizado em 1280x800 pixel