Pesquisar Meio Ambiente Astronomia Anuncie Dúvidas Notícias Home
Desaparecidos Emprego Endereços Úteis Bate Papo Fale Conosco

 


Retorno
Esquerda

"Esquerda", no espectro político, opõe-se à "direita". O nome esquerda surgiu com este significado na França devido ao fato de, nos Estados Gerais franceses reunidos em 1789, o Terceiro Estado (que clamava por reformas liberais, quando não mesmo revolucionárias), tomar os lugares à esquerda do rei, em virtude de os da sua direita já se acharem ocupados pelos representantes do clero e da nobreza.

Na definição de Norberto Bobbio, ser de esquerda é lutar pela igualdade. Neste ponto, opõe-se à "direita", comumente defensora da idéia de que em qualquer sociedade há a tendência natural a surgirem elites políticas, económicas e/ou sociais.

A palavra "esquerda" tem sido usada por várias correntes de pensamento, algumas sem muito em comum entre si, desde o Liberalismo social (diferente do Liberalismo econômico, hoje em dia considerado de direita) ao Anarquismo, passando pela Social-democracia e pelo Marxismo-Leninismo. O termo extremo-esquerda passou a ser usado para definir partidos e pessoas com ideologias próximas às idéias e ações de correntes como o Stalinismo, Trotskismo e o Comunismo de conselhos.

O conceito de "esquerda" não deve ser confundido com o de "esquerdismo": esta é uma palavra usada no jargão marxista para designar as correntes que recusam a participação no sistema vigente (nomeadamente que se recusam a participar no que chamam "eleições burguesas") - quase nenhum dos partidos de "esquerda" actualmente existentes é "esquerdista" nesse sentido.

A esquerda e os costumes
Integrantes da esquerda costumam ser liberais nos costumes, alinhando-se a alguns grupos de direita, como os libertários, por exemplo. Ambos, liberais de esquerda e de direita, defendem a regulamentação da união civil homossexual, a legalização das drogas e da prostituição, etc.

Há, porém, uma minoria dos esquerdistas que embora defendam uma ideologia de esquerda em relação à Economia (intervenção estatal direta no combate à pobreza), são conservadores nos costumes. No Brasil, como exemplos de esquerditas conservadores, temos a ex-senadora Heloísa Helena, a ex-governadora Benedita da Silva e outros ligados a movimentos religiosos.


Partidos e agremiações políticas de esquerda ou centro-esquerda

Brasil
Contemporâneos
PC do B
PDT
PSB
PSOL
PT
Tendo em vista o Governo Lula ter realizado alianças com diversos partidos conservadores para garantir sua governabilidade - entre eles, o PMDB, o PR (extinto PL), etc. -, seus críticos mais à esquerda têm sustentado que se trata de um governo de direita ou centro-direita. No entanto, seu governo tem sido marcado por ações sociais diretas chamadas de "assistencialistas" pelos defensores do Estado mínimo, ou de um modelo que privilegie a intervenção na Economia, como o governo de Juscelino Kubitschek.

São comumente classificados como extrema-esquerda os partidos de orientação socialista, como o P-SOL, o PSTU, o PCO e o PCB. O PT é criticado por setores radicais por sua postura enquanto governo, mas programaticamente se define como marxista e pratica o socialismo petista. Já o PRB é visto como centro-esquerda.


Estados Unidos da América
O Partido Democrata, embora não possa se classificar exatamente como um partido de esquerda, está à esquerda do Partido Republicano, por ter um caráter mais popular e defender os direitos civis das minorias e ações de combate ao aquecimento global.

Portugal
BE
PCP
PCTP-MRPP
PEV
PH
POUS
PS

 
 

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. Revisado em: 04 agosto, 2006. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo expresso nas páginas de parceiros e ou anunciantes. (Privacidade e Segurança) Melhor visualizado em 1024x768