Pesquisar Meio Ambiente Astronomia Anuncie Dúvidas Notícias Home
Desaparecidos Emprego Endereços Úteis Bate Papo Fale Conosco

 


Retorno
Rei

Um monarca exerce a posição de chefe de estado de uma entidade nacional, concedida a indivíduo que a ocupa normalmente em caráter vitalício e/ou hereditário. É cargo definidor e necessário do monarquia, ou regime monárquico de governo.

A palavra "Monarca" deriva do grego monos archon, significando "governante único".


Possíveis definições do termo
Considerar um governante ou chefe de estado como um monarca é, parcialmente, questão de tradição. Há, no entanto, algumas características comuns, ainda que não universais, distinguindo as monarquias:

A maioria dos monarcas detêm seu cargo em caráter vitalício, enquanto a maioria dos outros governantes não o fazem. Um monarca pode deixar sua posição por meio de abdicação, sendo raro e, normalmente, dramático.
Exceções: o Yang di-Pertuan Agong (rei) da Malásia é considerado um monarca, apesar de deter a posição por apenas 5 anos de cada vez. Por outro lado, a maioria dos ditadores, embora detenham o cargo vitaliciamente, não são considerados monarcas.
A maioria dos monarcas são nascidos de uma família real, onde aprendem como desempenhar seus futuros "deveres" e são, formal ou informalmente, sucedidos após sua morte ou abdicação por membros da mesma família, normalmente o filho mais velho. Como resultado, as monarquias mais estáveis têm uma longa história de governo por uma mesma família.
Exceções: de novo a Malásia, assim como a cidade do Vaticano. Além disso, a prática não é incomum em sistemas que não são considerados monarquias, como a ditadura comunista da Coréia do Norte.
Muitos monarcas detêm títulos que são tradicionais entre monarquias (ver abaixo). Embora esta seja uma característica bastante arbitrária, acaba sendo a melhor distinção entre monarcas e não-monarcas.
Rei é o chefe de Estado de um regime monarquista, com a variante de regime absolutista ou parlamentarista, o seu poder é hereditário, herdado pelo primogênito(a), e na hierarquia do poder representa Deus perante os seus súditos, que lhe devem prestar total vassalagem. Este conceito de associar o rei ou a rainha à Divindade era uma característica da Idade Média e da Antiguidade, a qual ainda perdura em alguns países do Oriente. Na monarquia o rei ou rainha é soberano(a). Sendo em muitos países o seu filho varão primogênito o sucessor(a) natural, os irmãos serão os Infantes ou Infantas.

Tipos de Monarquia
Ver artigo principal: Monarquia.
Monarquia é uma forma de governo onde há a presença de um monarca. Pode ser absoluta ou constitucional, eletiva ou hereditária.


Sucessão
Ver artigo principal: Sucessão Monárquica.
A sucessão,na maioria das monarquias, acontece quando o monarca que está no poder morre ou abdica do trono assumindo o poder o 1º na ordem de sucessão ao trono. Há exceções como é o caso do Vaticano em que o governante é eleito pelos cardeais.


Títulos Comuns a monarcas
Rei ou Rainha (Portugal 1143-1910, Reino Unido, Espanha, Holanda, Suécia, Dinamarca, Noruega, Bélgica, etc.)
Imperador ou Imperatriz (Roma, Pérsia, Japão, Brasil 1822-1889, México 1821-1824 e 1864-1867, Sacro Império Romano-Germânico 982 a 1806)
Papa (Vaticano)
Príncipe ou Princesa (Mônaco, Liechtenstein)
Grão-Duque ou Grã-Duquesa (Luxemburgo)
Czar ou Czarina (Rússia até 1917)
Kaiser ou Kaiserin (Alemanha e Áustria até 1918)
Sultão ou Sultana (Turquia até 1918)
Califa (países árabes)
Xá (Pérsia até 1979)
Padxá, Rajá, Marajá e Samorim (Índia)
Grão-Mogol (Índia)
Khan (China)
Mikado (Japão)
Sapa ou Coya (Império Inca)
Soberano ou Soberana
Faraó (Egito Antigo)
Ras e Negus (Etiópia até 1975)
Emir (Em pequenos países árabes: Kuwait, Bahrain, Qatar, Dubai, Abu Dhabi, etc.)
Yang di-Pertuan Agong, Malásia
Cacique, Nações Indígenas sul-americanas.
 
 

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. Revisado em: 11 janeiro, 2009. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo expresso nas páginas de parceiros e ou anunciantes. (Privacidade e Segurança) Melhor visualizado em 1024x768