Home Pesquisar Úteis Ambiente Astronomia Recicle Cidades Árvores Dinossauros Anuncie Noticias Fale
   
Árvores
   
 


Fogos de artifícios podem levar à extinção as últimas andorinhas verdadeiras “inimigas” da dengue

As andorinhas migram para o Brasil justamente na pior das épocas, aonde eventos (catastróficos) humanos as colocam mais próximas a sua extinção, enfrentando todos os tipos de adversidades perigosas, com pouquíssimas escalas e a cada parada de descanso, morrem de fome, por venenos "caseiros" que contaminam seu alimento e agrotóxicos vendidos livremente em todo território nacional. Uma viagem incrivelmente longa de aproximados (12) mil quilômetros para simplesmente se reproduzirem.

No passado eram vistas aos milhares, atualmente se tornaram raras, é preciso observar com paciência e torcer para fotografar (bandos) de no máximo (5) ou (6) andorinhas.

Pássaros e animais têm seus tímpanos estourados, ao voar ou passar perto de bombas e rojões.


Estas corajosas e simpáticas aves devoram até (25) mil insetos (diariamente), o mosquito da dengue está entre seu cardápio variado, com sua extinção a dengue agradece a (burrice e corrupção) extrema dos prefeitos que promovem a matança de seus predadores com seus "fumasses".

Aves, aracnídeos, anfíbios e répteis que vivem destes insetos, são exterminadas pelos venenos promovidos por cidadãos e prefeituras que querem se livrar do mosquito, mas ao contrário, transforma a dengue em uma (epidemia) global.

Em algumas cidades como no Rio de Janeiro o aumento ultrapassa os 200% todos os anos, pois os ovos dos mosquitos não são atingidos pelo veneno, quando eclodem aos milhões estão livres para picar os humanos, pois seus predadores estão mortos.

Os prefeitos sabem que eles cometem crime contra os predadores e o envenenamento dos cidadãos, mas as propinas que recebem das indústrias da morte compensam por isso exterminam a população e desejam acabar de vez com a natureza. Os políticos são (terroristas) natos, nasceram para roubar e matar, não se importam nem mesmo com sua própria saúde.

Além dos venenos os pesquisadores descobriram também que os (fogos de artifícios) usados em larga escala em festas ou comemorações, as matam indiscriminadamente de maneira cruel justamente na época da reprodução, que se da em outubro, novembro e dezembro.

O barulho dos fogos de artificios as (apavoram) onde adoecem e morrem, algumas sobreviventes fogem abandonando seus ninhos, deixando seus filhotes morrerem por (inanição).



Pesquisadores acreditam que devido a pouquíssimas aves vindo ao Brasil, talvez o ano de (2017) seja sua ultima viagem, já que a espécie se encontra em (sério) risco de extinção.

A única forma de tentar reverter este genocídio seria as pessoas e políticos não usarem mais bombas e venenos, sem elas os insetos se multiplicarão aos milhões, sem predadores naturais teremos que continuar a contaminar nossos filhos e nossos animais com estes produtos cancerígenos mortal a qualquer ser vivo que respire esta química, finalmente eliminar o que há de mais precioso neste planeta, à natureza. (..)

Sem fauna e flora não teremos mais festas, não teremos comida, apenas miséria, morte e fome.

Respeite a vida, não jogue veneno, não solte fogos.

Boas festas


  Proteger as árvores, animais, rios e mares é um dever cívico. Faça sua parte, todos seremos responsabilizados pelo que estamos fazendo de mal a natureza.


Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.


 
 
 
 

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. Revisado em: 27 dezembro, 2016. Melhor visualizado em 1280x800 pixel