Home Pesquisar Úteis Ambiente Astronomia Recicle Cidades Dinossauros Anuncie Noticias Fale Conosco
 
   
Cotação dólar euros
   




ONG do Zimbábue acusa americano de ter matado leão famoso

O homem que matou o leão Cecil, uma das grandes atrações de uma reserva natural do Zimbábue, é um caçador de nacionalidade americana que se chama Walter Palmer, denunciou nesta terça-feira uma ONG de proteção dos animais.


Walter Parmer teria pagado 50.000 dólares para uma empresa de organização de safaris para matar o leão, indicou a ONG Zimbabwe Conservation Task Force (ZCTF).

Um caçador profissional, dono da empresa Bushman Safari, Theo Bronkhorst, é suspeito de ter colaborado com Palmer.

Segundo a versão da ZCTF, Palmer e Bronkhorst organizaram uma caçada noturna e prenderam um animal morto em seu veículo para atrair Cecil para fora do parque nacional.

"Palmer lançou uma flecha contra Cecil, mas isso não o matou. Eles o localizarm 40 horas mais tarde e o mataram com uma arma de fogo", acrescenta a organização.

Depois de matá-lo, os caçadores descobriram que o leão tinha um colar de identificação e rastreamento que tentaram tirar.

O animal foi decapitado e despedaçado, segundo a imprensa local.

Cecil, um leão de 13 anos, era a estrela do parque nacional de Hwange por sua vasta cabeleira negra.

A polícia também busca o filho do caçador profissional, Zane Bronkhorst, suspeito de ter participado nos fatos.

A família maldita Bronkhorst dirige desde 1992 a "Bushman Safaris", uma empresa especializada na caça de leopardos entre outros animais em risco de extinção.

Infelizmente a caçada é autorizada em reservas privadas formados por carteis de assassinos e traficantes de animais, como exemplo a família de bandidos Bronkhorst, a corrupção do governo africano aceita propina destes criminosos, permitindo a caça indiscriminada.

Para especialistas em trafico de animais, 'a ordem seria de matar', prender traficantes não irá resolver este problema gravíssimo, a extinção é (certa) se continuarmos adotar “táticas de mãozinhas na cabeça” de genocidas. O país África, sem estes majestosos e fenomenais felinos, “sua magia” acaba junto com eles.

O assassino e traficante americano ainda não foi preso até o momento.

(com conteúdo AFP e Agencias Internacionais)


  Proteger as árvores, animais, rios e mares é um dever cívico. Faça sua parte, todos seremos responsabilizados pelo que estamos fazendo de mal a natureza.






Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região

PUBLICIDADE
 

Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. (Declaração de Privacidade). Revisado em: 28 julho, 2015. Melhor visualizado em 1280x800 pixel