Home Pesquisar Úteis Ambiente Astronomia Recicle Cidades Dinossauros Anuncie Noticias Fale Conosco
  COPA DE 2006  
VEJA NOTICIAS
   



A Copa do Mundo (ou Campeonato Mundial) de Futebol de 2006 realizou-se na Alemanha[1] e foi vencida pela Itália. Pela segunda vez a Alemanha foi o país-sede (a primeira vez foi no ano de 1974-Alemanha Ocidental), e o único pré-classificado. Pela primeira vez na história do campeonato, o campeão do torneio anterior (no caso, o Brasil) precisou disputar as eliminatórias para poder defender o direito de participar no torneio. Trinta e dois países participaram da Copa de 2006, cuja final foi no dia 9 de Julho.
 

Dados
Participantes 32 (196 nas Eliminatórias)
Organização
Anfitrião Alemanha
Período 9 de Junho – 9 de Julho
Gol(o)s 147 (média de 2.3 por partida)
Jogos
Média gols por partida
Campeão Itália - 4º Título
Vice-campeão França
Campeão do interior
Melhor marcador Miroslav Klose 5 gols
Maior goleada (diferença)
Público 3.359.439 (média de 52.491 por partida)
Média pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador

(FIFA) Zinedine Zidane


A decisão de confiar à Alemanha a organização do torneio foi controversa, já que se esperava que o campeonato ocorresse na África do Sul. Os outros países candidatos à organização eram Inglaterra, Marrocos e Brasil. Desde que a escolha foi feita, o órgão que controla mundialmente o esporte, a FIFA, afirmou publicamente sua intenção de rotacionar o país-sede entre suas confederações integrantes. A sede para a Copa seguinte foi escolhida logo em seguida: a África do Sul abrigará os jogos da Copa do Mundo de 2010. Como preparação para a competição, a FIFA organizou a Copa das Confederações 2005 na Alemanha, torneio ganho pelo Brasil. A Copa do Mundo de 2014 será realizada na América do Sul e o Brasil foi o país escolhido para sediar esta Copa.

De acordo com os resultados obtidos nas eliminatórias, os 32 países classificados foram: Alemanha (previamente classificada como país sede), Argentina, Brasil, Paraguai, Equador, México, Estados Unidos da América, Trinidad e Tobago, Costa Rica, Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Itália, Suíça, Suécia, República Tcheca, Ucrânia, Sérvia e Montenegro, Países Baixos, Croácia, Polônia, Togo, Gana, Angola, Costa do Marfim, Tunísia, Japão, Arábia Saudita, Irã, Coreia do Sul e Austrália.

Pela primeira vez na história da Copa do Mundo, três países lusófonos estiveram presentes (Portugal, Angola e Brasil). E foi a primeira vez, também, que a Concacaf teve quatro representantes (EUA, México, Costa Rica e Trinidad e Tobago), o mesmo número de América do Sul e Ásia.


Expectativas antes do torneio

Mapa segundo os resultados da Copa do Mundo de 2006.A Seleção Brasileira de Futebol era a grande favorita do torneio, em parte por ter ganho a última Copa do Mundo e a Copa das Confederações um ano antes. Equipes como a Seleção Argentina, Seleção Inglesa e a Seleção Italiana também eram consideradas grandes favoritas. Apesar de ter sido a vice-campeã na última Copa e jogar em casa, a Seleção Alemã não era favorita. Uma pesquisa publicada em 16 de Março de 2006 apontava que somente 3% do povo alemão acreditava na vitória. Para essas baixas expectativas germânicas, contou a derrota contra a seleção da Itália por 4x1 no dia 1 de Março num amistoso preparatório para o torneio.

O ceticismo da população refletia-se nos próprios jogadores alemães. O capitão e principal jogador da seleção, Michael Ballack, deu uma entrevista ao seminário esportivo alemão "Sport-Bild" no dia 9 de Maio afirmando que a equipe era jovem e inexperiente, e que não seria uma surpresa se fosse eliminada logo na primeira fase.

Diego Maradona declarou, em 4 de abril de 2006, que considerava o Brasil como principal favorito, lugar que não atribuía à Argentina. Nas suas palavras: "Se não for Brasil, depois vêm Inglaterra, Itália e Alemanha".

Pelé, quando interrogado sobre qual seria o favorito na sua opinião, preferiu não dizer, por ter errado de todas as vezes em que se pronunciou sobre a seleção favorita: em 1994, disse que seria a Colômbia; em 1998, disse que a Espanha era melhor equipe, e o Brasil tinha problemas na defesa; e em 2002, devido a má campanha do Brasil nas eliminatórias, seleções como Inglaterra, Portugal, Suécia e Argentina eram as preferidas.

A menos de um mês do torneio, contudo, Pelé acabou admitindo que não acreditava na vitória da Seleção Brasileira. Para Pelé, os favoritos sempre perdem. O ex-jogador foi muito criticado em seu país por tal declaração. Contudo, o "Rei do Futebol" acabaria acertando suas previsões, já que o Brasil seria eliminado pela França nas quartas-de-final.

Por sua vez, a revista semanal alemã Stern indicou, em uma sondagem realizada pelo instituto Forsa, que entrevistou 1000 alemães, que 17% dos entrevistados não acreditam que a sua seleção passe da primeira fase, sendo que o grupo da seleção anfitriã é considerado um grupo "leve". Apesar de tudo, o povo alemão apoiavam o técnico Jürgen Klinsmann, pois, de acordo com a mesma sondagem, 66% acham que ele deve permanecer no cargo mesmo que a equipe perdesse o jogo de preparação contra a seleção dos EUA, em 22 de Março, na cidade de Dortmund, uma das sedes da Copa.

Em um inquérito de dezembro de 2004, a revista "Sport Bild" indicou que apenas 10,4% dos alemães acreditavam no título. A mesma sondagem foi feita em Abril tendo a percentagem diminuído para somente 5%, acreditando 29,1% que a seleção será eliminada nas oitavas-de-final e 10,8% não acreditando que passe da primeira fase do torneio. O técnico Klinsmann é bem aceito, com 60% dos entrevistados com uma opinião favorável sobre o seu trabalho.

Já entre os brasileiros, a expectativa era de que a seleção trouxesse o título novamente. Pesquisa divulgada no dia 25 de maio pelo Instituto CNT/Sensus apontou que 79,8% dos brasileiros acreditam no hexacampeonato mundial.

Na Itália, a menos de um mês do torneio explodiu um escândalo de compra de árbitros no futebol italiano. As denúncias acabaram sendo dirigidas ao também técnico da seleção italiana, Marcello Lippi, que teria sido influenciado nas escalações por Luciano Moggi, ex-cartola da Juventus. Moggi estaria obtendo com a escalação de seus jogadores a valorização dos mesmos. Após uma semana de intensas pressões da mídia por sua saída, Lippi foi confirmado na Copa pela Federação Italiana.

Sedes

Cidade Estádio Clube Capacidade
Berlim Olympiastadion Hertha Berlin 76.176
Dortmund Signal Iduna Park Borussia Dortmund 66.981
Frankfurt am Main Waldstadion Eintracht Frankfurt 48.132
Gelsenkirchen Veltins-Arena Schalke 04 53.804
Hamburgo AOL Arena Hamburger SV 51.055
Hannover AWD-Arena Hannover 96 44.652
Kaiserslautern Fritz-Walter-Stadion FC Kaiserslautern 41.170
Köln (Colônia) RheinEnergieStadion FC Köln 46.120
Leipzig Zentralstadion FC Sachsen Leipzig 44.199
München (Munique) Allianz-Arena Bayern München / TSV 1860 München 66.016
Nürnberg (Nuremberg) Frankenstadion FC Nürnberg 41.926
Stuttgart Gottlieb-Daimler-Stadion VfB Stuttgart 54.267

Um total de 12 cidades alemãs foram selecionadas para receber a fase final da Copa do Mundo de 2006 dentre um total de 20 candidaturas, tendo sido descartadas, designadamente, as postulações de Bremen, Düsseldorf, Mönchengladbach, Bochum e Duisburg.

Os estádios começaram a ser preparados pouco tempo depois de selecionadas as cidades que os abrigam. Enquanto alguns foram apenas submetidos a pequenas adaptações, muitos tiveram que ser completamente reformados e outros foram construídos especialmente para o torneio. Cada estádio modernizado necessitou de um investimento entre 48 e 280 milhões de euros; além disso, mais de 1,38 bilhões de euros foram gastos para os novos estádios. Como comparação, para o torneio de 1974, foram gastos 242 milhões de marcos (aproximadamente 121 milhões de euros) para a habilitação de todos os centros esportivos.

A capacidade efetiva de alguns dos estádios na Copa do Mundo, em particular no Westfalenstadion, foi mais baixa que os números citados, já que o regulamento da Bundesliga permite que se mantenham partes onde o público não tem a necessidade de se sentar, enquanto que as regras da FIFA não permitem isso, pelo que foram instalados assentos nas áreas com essas características para a Copa do Mundo, reduzindo, assim, um pouco a sua capacidade.

Também, durante a Copa do Mundo, muitos dos estádios foram oficialmente conhecidos por nomes diferentes, já que a FIFA proíbe patrocínio no nome dos estádios. Por exemplo, o Allianz Arena foi conhecido durante a competição como "FIFA WM-Stadion München" (Estádio da Copa do Mundo da FIFA Munique), enquanto o Veltins-Arena foi revertido para seu nome original de "Arena AufSchalke".

Das doze cidades-sede, apenas duas não pertenciam completamente à Alemanha Ocidental, Leipzig e Berlim.

Países classificados

Mapa dos países classificados para o torneio.Após as partidas da rodada de classificação de 16 de Novembro de 2005, os seguintes países asseguraram a classificação (mostrados aqui separados por associação regional):

Europa (UEFA)
País Participações Classificação[25]
Alemanha 15 sede
Croácia 3* 8 de Outubro de 2005
França 11 12 de Outubro de 2005
Países Baixos 7 8 de Outubro de 2005
Inglaterra 11 8 de Outubro de 2005
Itália 15 8 de Outubro de 2005
Polónia 6 8 de Outubro de 2005
Portugal 3 8 de Outubro de 2005
Sérvia e Montenegro 1* 12 de Outubro de 2005
Suécia 10 12 de Outubro de 2005
Ucrânia Estreante** 3 de Setembro de 2005
Suíça 7 16 de Novembro de 2005
Espanha 11 16 de Novembro de 2005
República Tcheca Estreante*** 16 de Novembro de 2005
Ver artigo principal: Copa do Mundo de 2006 - Eliminatórias da Europa
.

*O Reino da Iugoslávia (1930) e a República Socialista Federal da Iugoslávia (1950-1990) se classificaram oito vezes para a Copa do Mundo antes da separação das repúblicas iugoslavas a partir de 1992: Sérvia e Montenegro, Croácia, Eslovênia, Bósnia e Herzegovina e República da Macedônia. Em 1998, a Iugoslávia (que se já limitava a um território bastante menor que o inicial) participou também na copa.

** A Ucrânia foi república integrante da União Soviética, que participou de 7 Copas. 2006 foi a primeira participação da Ucrânia após o desligamento da URSS.

***A Tchecoslováquia foi divida em Eslováquia e República Checa em 1993. As duas seleções formadas a partir de então são consideradas distintas da Tchecoslováquia.

América do Sul (CONMEBOL)
País Participações Classificação
Argentina 13 8 de Junho de 2005
Brasil Participou de todas as copas 4 de Setembro de 2005
Equador 2 8 de Outubro de 2005
Paraguai 6 8 de Outubro de 2005
.
América Central, do Norte e Caribe (CONCACAF)

País Participações Classificação
Estados Unidos 7
México 12
Trinidad e Tobago Estreante
Costa Rica 2
.
Ásia (AFC)
País Participações Classificação
Arábia Saudita 3 8 de Junho de 2005
Coreia do Sul 6 8 de Junho de 2005
Japão 2 8 de Junho de 2005
Irã 2 8 de Junho de 2005
.
África (CAF)
País Participações Classificação
Angola Estreante 8 de Outubro de 2005
Costa do Marfim Estreante 8 de Outubro de 2005
Gana Estreante 8 de Outubro de 2005
Togo Estreante 8 de Outubro de 2005
Tunísia 3 8 de Outubro de 2005
.
Oceania (OFC)
País Participações Classificação
Austrália 1 16 de Novembro de 2005

.
Sorteio

Foi realizado em 9 de Dezembro de 2005, em Leipzig, Alemanha. As 32 seleções classificadas para o estágio final da Copa do Mundo foram divididas em 8 grupos (A, B, C, D, E, F, G e H) de 4 países cada. As seleções do Brasil, Inglaterra, Espanha, México, França, Argentina, Itália e Alemanha foram escolhidas como cabeças de chave de cada um deles.

A Alemanha, país-sede, como tradicionalmente acontece, estará no Grupo A e o Brasil, como último campeão, fica no Grupo F, para evitar um possível confronto com a Alemanha antes da final.

Times do mesmo continente foram distribuídos de modo a não ficarem no mesmo grupo, com exceção feita à Europa, que em alguns grupos possuem duas seleções, já que tiveram mais classificados (14) que qualquer outro continente.

São 8 os cabeças-de-chave, cada um colocado em grupos separados no sorteio em virtude de todos estarem no Pote A. Os cabeças-de-chave foram escolhidos em 6 de Dezembro. À exceção de Espanha e México, escolhidos por critérios técnicos como desempenho nas duas últimas edições, todos os outros já foram campeões mundiais.

Potes B, C e D são alocados "de tal forma que alcance a melhor distribuição geográfica possível entre os grupos."
Sérvia e Montenegro, como a seleção europeia de pior colocação no ranking da FIFA, foi colocada em um "pote especial" para prevenir que três países da Zona Europeia ficassem no mesmo grupo.

Primeiro era sorteada a seleção, logo em seguida seu lugar no grupo.

Pote A Pote B Pote C Pote D
Argentina

Brasil

Inglaterra

França

Alemanha

Itália

México

Espanha
Angola

Austrália

Costa do Marfim

Equador

Gana

Paraguai

Togo

Tunísia
Croácia

República Tcheca

Países Baixos

Polónia

Portugal

Suíça

Suécia

Ucrânia
Costa Rica

Irã

Japão

Coreia do Sul

Arábia Saudita

Trinidad e Tobago

Estados Unidos

Pote Especial
Sérvia e Montenegro


Após os sorteios muitos comentaristas afirmaram que os grupos C e E são os chamados grupos da morte, por terem fortes seleções disputando entre si uma vaga.

Convocações

Seleções participantes da Copa do Mundo de 2006

Cada seleção nacional convocou 23 jogadores. Cada jogador mantém o mesmo número de camisa durante todos os jogos da Copa. No caso de lesão, a seleção tem o direito da substituição até 24 horas antes do primeiro jogo no torneio.

Árbitros

Foram definidos vinte e um grupos de árbitros para a Copa de 2006.

Grupo Árbitro Primeiro Assistente Segundo Assistente
1 Essam Abd El Fatah Dramane Dante Mamadou Ndoye
2 Carlos Amarilla Amelio Andino Manuel Bernal
3 Benito Archundia José Ramirez Hector Vergara
4 Massimo Busacca Francesco Buragina Matthias Arnet
5 Coffi Codjia Celestin Ntagungira Aboudou Aderodjou
6 Frank De Bleeckere Peter Hermans Walter Vromans
7 Horacio Elizondo Dario Garcia Rodolfo Otero
8 Valentin Ivanov Nikolay Golubey Evgueni Volnin
9 Toru Kamikawa Yoshikazu Hiroshima Kim Dae Young
10 Jorge Larrionda Walter Rial Pablo Fandino
11 Shamsul Maidin Prachya Permpanich Eisa Ghuloum
12 Luis Medina Cantalejo Victoriano Giraldez Carrasco Pedro Medina Hernandez
13 Markus Merk Christian Schraer Jan-Hendrik Salver
14 Ľuboš Micheľ Roman Slysko Martin Balko
15 Graham Poll Philip Sharp Glenn Turner
16 Eric Poulat Lionel Dagorne Vincent Texier
17 Marco Rodríguez Jose Luis Camargo Leonel Leal
18 Roberto Rosetti Christiano Copelli Alessandro Stagnoli
19 Oscar Ruiz Fernando Tamayo José Navia
20 Mark Shield Nathan Gibson Ben Wilson
21 Carlos Simon Aristeu Tavares Ednilson Corona

Árbitros de apoio

Grupo Árbitro Primeiro Assistente Segundo Assistente
1 Khalil Al Ghamdi Hamdi Al Kadri Fathi Rabati
2 Carlos Chandia Christian Julio Rodrigo Gonzalez
3 Jerome Damon Enock Molefe Justice Yeboah
4 Mohamed Guezzaz Brahim Djezzar Jean Marie Endeng Zogo
5 Kevin Stott Chris Strickland Gregory Barkey

Resultados

O sistema de disputa na fase de grupos é de todos contra todos dentro de seus grupos em turno único. As duas seleções de melhor desempenho passam para as oitavas-de-final, realocadas segundo chaveamento previamente determinado. A partir dessa fase, as partidas acontecem em eliminatória simples até à final. Os perdedores das semifinais disputam o terceiro lugar no dia anterior ao da final.

Fase de grupos

Data Local Seleções Grupo Resultado²
Sexta-feira, 9 de Junho de 2006 Munique Alemanha - Costa Rica A 4-2 (2-1)
Sexta-feira, 9 de Junho de 2006 Gelsenkirchen Polónia - Equador A 0-2 (0-1)
Sábado, 10 de Junho de 2006 Frankfurt Inglaterra - Paraguai B 1-0 (1-0)
Sábado, 10 de Junho de 2006 Dortmund Trinidad e Tobago - Suécia B 0-0 (0-0)
Sábado, 10 de Junho de 2006 Hamburgo Argentina - Costa do Marfim C 2-1 (2-0)
Domingo, 11 de Junho de 2006 Leipzig Sérvia e Montenegro - Países Baixos C 0-1 (0-1)
Domingo, 11 de Junho de 2006 Nuremberg México - Irã D 3-1 (1-1)
Domingo, 11 de Junho de 2006 Colônia Angola - Portugal D 0-1 (0-1)
Segunda-feira, 12 de Junho de 2006 Kaiserslautern Austrália - Japão F 3-1 (0-1)
Segunda-feira, 12 de Junho de 2006 Gelsenkirchen Estados Unidos - República Tcheca E 0-3 (0-2)
Segunda-feira, 12 de Junho de 2006 Hannover Itália - Gana E 2-0 (1-0)
Terça-feira, 13 de Junho de 2006 Frankfurt Coreia do Sul - Togo G 2-1 (0-1)
Terça-feira, 13 de Junho de 2006 Stuttgart França - Suíça G 0-0 (0-0)
Terça-feira, 13 de Junho de 2006 Berlim Brasil - Croácia F 1-0 (1-0)
Quarta-feira, 14 de Junho de 2006 Leipzig Espanha - Ucrânia H 4-0 (2-0)
Quarta-feira, 14 de Junho de 2006 Munique Tunísia - Arábia Saudita H 2-2 (1-0)
Quarta-feira, 14 de Junho de 2006 Dortmund Alemanha - Polónia A 1-0 (0-0)
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006 Hamburgo Equador - Costa Rica A 3-0 (1-0)
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006 Berlim Suécia - Paraguai B 1-0 (0-0)
Quinta-feira, 15 de Junho de 2006 Nuremberg Inglaterra - Trinidad e Tobago B 2-0 (0-0)
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006 Gelsenkirchen Argentina - Sérvia e Montenegro C 6-0 (3-0)
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006 Hannover México - Angola D 0-0 (0-0)
Sexta-feira, 16 de Junho de 2006 Stuttgart Países Baixos - Costa do Marfim C 2-1 (2-1)
Sábado, 17 de Junho de 2006 Frankfurt Portugal - Irã D 2-0 (0-0)
Sábado, 17 de Junho de 2006 Kaiserslautern Itália - Estados Unidos E 1-1 (1-1)
Sábado, 17 de Junho de 2006 Colônia República Tcheca - Gana E 0-2 (0-1)
Domingo, 18 de Junho de 2006 Leipzig França - Coreia do Sul G 1-1 (1-0)
Domingo, 18 de Junho de 2006 Munique Brasil - Austrália F 2-0 (0-0)
Domingo, 18 de Junho de 2006 Nuremberg Japão - Croácia F 0-0 (0-0)
Segunda-feira, 19 de Junho de 2006 Dortmund Togo - Suíça G 0-2 (0-1)
Segunda-feira, 19 de Junho de 2006 Hamburgo Arábia Saudita - Ucrânia H 0-4 (0-2)
Segunda-feira, 19 de Junho de 2006 Stuttgart Espanha - Tunísia H 3-1 (0-1)
Terça-feira, 20 de Junho de 2006 Berlim Equador - Alemanha A 0-3 (0-2)
Terça-feira, 20 de Junho de 2006 Hannover Costa Rica - Polónia A 1-2 (1-1)
Terça-feira, 20 de Junho de 2006 Kaiserslautern Paraguai - Trinidad e Tobago B 2-0 (1-0)
Terça-feira, 20 de Junho de 2006 Colônia Suécia - Inglaterra B 2-2 (0-1)
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006 Frankfurt Países Baixos - Argentina C 0-0 (0-0)
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006 Gelsenkirchen Portugal - México D 2-1 (2-1)
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006 Leipzig Irã - Angola D 1-1 (0-0)
Quarta-feira, 21 de Junho de 2006 Munique Costa do Marfim - Sérvia e Montenegro C 3-2 (1-2)
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006 Dortmund Japão - Brasil F 1-4 (1-1)
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006 Hamburgo República Tcheca - Itália E 0-2 (0-1)
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006 Nuremberg Gana - Estados Unidos E 2-1 (2-1)
Quinta-feira, 22 de Junho de 2006 Stuttgart Croácia - Austrália F 2-2 (1-1)
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006 Berlim Ucrânia - Tunísia H 1-0 (0-0)
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006 Hannover Suíça - Coreia do Sul G 2-0 (1-0)
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006 Kaiserslautern Arábia Saudita - Espanha H 0-1 (0-1)
Sexta-feira, 23 de Junho de 2006 Colônia Togo - França G 0-2 (0-0)


Regras de classificação na fase de grupos

1. maior número de pontos obtidos em todos os jogos do grupo;
2. diferença de gols em todos os jogos do grupo;
3. maior número de gols marcados em todos os jogos do grupo;
Se duas ou mais equipas ficarem iguais no que respeita aos critérios anteriores, a sua classificação será determinada da seguinte forma:
4. maior número de pontos obtidos nos confrontos directos entre as equipas nos jogos do grupo;
5. diferença de gols resultante dos confrontos directos entre as equipas nos jogos do grupo;
6. maior número de gols marcados nos confrontos directos entre as equipas nos jogos do grupo;
7. sorteio realizado por parte do Comité Organizador do Campeonato do Mundo.''


Regras do campeonato

Grupo A
Ver artigo principal: Copa do Mundo FIFA de 2006 - Grupo A
Seleção Pt J V E D GP GC SG
Alemanha 9 3 3 0 0 8 2 6
Equador 6 3 2 0 1 5 3 2
Polónia 3 3 1 0 2 2 4 -2
Costa Rica 0 3 0 0 3 3 9 -6

A Alemanha e o Equador garantiram vaga na próxima fase. Os jogos da terceira rodada definiram as posições das mesmas no grupo. A Polônia e a Costa Rica já não tinham mais chances de classificação.

Grupo B

Seleção Pt J V E D GP GC SG
Inglaterra 7 3 2 1 0 5 2 3
Suécia 5 3 1 2 0 3 2 1
Paraguai 3 3 1 0 2 2 2 0
Trinidad e Tobago 1 3 0 1 2 0 4 -4

A Inglaterra já tinha garantido vaga na próxima fase com antecipação. O Paraguai não tinha mais chances de classificação. A outra vaga do grupo foi definida na terceira rodada entre Suécia e Trinidad e Tobago, quando a Suécia venceu.

Grupo C
Seleção Pt P V E D GP GC SG
Argentina 7 3 2 1 0 8 1 7
Países Baixos 7 3 2 1 0 3 1 2
Costa do Marfim 3 3 1 0 2 5 6 -1
Sérvia e Montenegro 0 3 0 0 3 2 10 -8

Com o fim dos jogos da segunda rodada do grupo C, a Argentina e os Países Baixos garantiram vaga na próxima fase. Restou saber quem ficou com o primeiro lugar, o que se definiu na terceira rodada num empate sem gols entre as duas seleções, dando a primeira colocação para a Argentina.

Grupo D
Seleção Pt P V E D GP GC SG
Portugal 9 3 3 0 0 5 1 4
México 4 3 1 1 1 4 3 1
Angola 2 3 0 2 1 1 2 -1
Irã 1 3 0 1 2 2 6 -4

A seleção portuguesa garantiu-se como sexta classificada para as oitavas-de-final, ao vencer o Irã, já sem chances de classificação, por 2 a 0. O México se classificou com segundo colocado no grupo, mesmo perdendo para a seleção portuguesa, já que Angola e a Irã empataram.

Grupo E
Seleção Pt P V E D GP GC SG
Itália 7 3 2 1 0 5 1 4
Gana 6 3 2 0 1 4 3 1
República Tcheca 3 3 1 0 2 3 4 -1
Estados Unidos 1 3 0 1 2 2 6 -4

Com os jogos da segunda rodada nada se definiu no grupo mas na terceira rodada com a vitória da Itália e de Gana as seleções ficaram com o primeiro e segundo lugar respectivamente

Grupo F
Seleção Pt P V E D GP GC SG
Brasil 9 3 3 0 0 7 1 6
Austrália 4 3 1 1 1 5 5 0
Croácia 2 3 0 2 1 2 3 -1
Japão 1 3 0 1 2 2 7 -5

O Brasil garantiu sua classificação para a segunda fase com a vitória sobre a Austrália por 2 a 0, e a seleção australiana conseguiu a segunda vaga empatando com a Croácia.

Grupo G
Seleção Pt P V E D GP GC SG
Suíça 7 3 2 1 0 4 0 4
França 5 3 1 2 0 3 1 1
Coreia do Sul 4 3 1 1 1 3 4 -1
Togo 0 3 0 0 3 1 6 -5

A Suíça surpreendeu a todos e se classificou na primeira colocação. A França, favorita do grupo, se classificou apenas na última rodada, vencendo Togo, por 2 a 0.

Grupo H
Seleção Pt P V E D GP GC SG
Espanha 9 3 3 0 0 8 1 7
Ucrânia 6 3 2 0 1 5 4 1
Tunísia 1 3 0 1 2 3 6 -3
Arábia Saudita 1 3 0 1 2 2 7 -5

A Espanha garantiu sua classificação para a segunda fase com a vitória sobre a Tunísia por 3 a 1, e a Ucrânia conseguiu o segundo lugar vencendo a Tunísia.

Geral

Passaram para a segunda fase:
Alemanha
Argentina
Austrália
Brasil
Equador
Espanha
França
Gana
Países Baixos
Inglaterra
Itália
México
Portugal
Suécia
Suíça
Ucrânia
Foram eliminados na primeira fase:
Angola
Arábia Saudita
Coreia do Sul
Costa do Marfim
Costa Rica
Croácia
Estados Unidos
Irã
Japão
Paraguai
Polônia
República Tcheca
Sérvia e Montenegro
Togo
Trinidad e Tobago
Tunísia
Ganharam todos os jogos da primera fase:
Alemanha
Brasil
Espanha
Portugal
Perderam todos os jogos da primeira fase:
Costa Rica
Sérvia e Montenegro
Togo
Não levou gol em toda a Copa:
Suíça (Levou 3 nos pênaltis contra a Ucrânia)
Não Fez gol na copa:
Trinidad e Tobago


Segunda fase

Oitavas-de-final quartas-de-final semifinais final


24 junho - Munique

A 1º Alemanha 2 (2)
30 junho- Berlim
B 2º Suécia 0 (0)
Alemanha 1+4**(0)
24 junho - Leipzig
Argentina 1+2**(0)
C 1º Argentina 1+1*(1)
4 julho - Dortmund
D 2º México 1+0*(1)
Alemanha 0+0*
26 junho - Kaiserslautern
Itália 0+2*
E 1º Itália 1 (0)
30 junho- Hamburgo
F 2º Austrália 0 (0)
Itália 3 (1)
26 junho - Colônia
Ucrânia 0 (0)
G 1º Suíça 0+0**
9 julho - Berlim
H 2º Ucrânia 0+3**
Itália 1[5]
25 junho - Stuttgart
França 1[3]
B 1º Inglaterra 1 (0)
1º julho - Gelsenkirchen
A 2º Equador 0 (0)
Inglaterra 0+1**
25 junho - Nuremberg
Portugal 0+3**
D 1º Portugal 1 (1)
5 julho - Munique
C 2º Países Baixos 0 (0)
Portugal 0 (0)
27 junho - Dortmund
França 1(1) disputa de 3º lugar
F 1º Brasil 3 (2)
1º julho - Frankfurt 8 julho - Stuttgart
E 2º Gana 0 (0)
Brasil 0 (0) Alemanha 3(0)
27 junho - Hannover
França 1 (0) Portugal 1(0)
H 1º Espanha 1 (1)

G 2º França 3 (1)


* Após prolongamento.

**Após disputa de pênaltis.

Entre parênteses: resultado no fim do primeiro tempo.

Por falta de espaço, para manter o layout, na final temos o resultado da disputa dos penaltis entre chaves.

Oitavas-de-final

Horários da Alemanha (UTC+2).

24 de Junho de 2006
17:00 Alemanha 2 – 0 Suécia FIFA WM Stadion München, Munique
Público: 66.000
Árbitro: Carlos Simon (Brasil)
Podolski 4' 12' (Relatório)

--------------------------------------------------------------------------------
24 de Junho de 2006
21:00 Argentina 2 – 1 (pro.) México Zentralstadion, Leipzig
Público: 43.000
Árbitro: Massimo Busacca (Suíça)
Crespo 10'
Rodríguez 98' (Relatório) Márquez 6'

--------------------------------------------------------------------------------
25 de Junho de 2006
17:00 Inglaterra 1 – 0 Equador Gottlieb-Daimler-Stadion, Stuttgart
Público: 52.000
Árbitro: Frank De Bleeckere (Bélgica)
Beckham 60' (Relatório)

--------------------------------------------------------------------------------
25 de Junho de 2006
21:00 Portugal 1 – 0 Países Baixos Frankenstadion, Nuremberg
Público: 41.000
Árbitro: Valentin Ivanov (Rússia)
Maniche 23' (Relatório)

--------------------------------------------------------------------------------
26 de Junho de 2006
17:00 Itália 1 – 0 Austrália Fritz Walter Stadion, Kaiserslautern
Público: 46.000
Árbitro: Luis Medina Cantalejo (Espanha)
Totti 90+5' (pen.) (Relatório)

--------------------------------------------------------------------------------
26 de Junho de 2006
21:00 Suíça 0 – 0 (pro.) Ucrânia FIFA WM Stadion Köln, Colônia
Público: 45.000
Árbitro: Benito Archundia (México)
(Relatório)
Penalidades
Streller
Barnetta
Cabanas 0 – 3 Shevchenko
Milevskiy
Rebrov
Husyev

--------------------------------------------------------------------------------
27 de Junho de 2006
17:00 Brasil 3 – 0 Gana FIFA WM Stadion Dortmund, Dortmund
Público: 65.000
Árbitro: Ľuboš Micheľ (Eslováquia)
Ronaldo 5'
Adriano 45+1'
Zé Roberto 84' (Relatório)

--------------------------------------------------------------------------------
27 de Junho de 2006
21:00 Espanha 1 – 3 França FIFA WM Stadion Hannover, Hanôver
Público: 43.000
Árbitro: Roberto Rosetti (Itália)
Villa 28' (pen.) (Relatório) Ribéry 41'
Vieira 83'
Zidane 90+2'

Quartas-de-final

Horários da Alemanha (UTC+2)

30 de Junho de 2006
17:00 Alemanha 1 – 1 (pro.) Argentina Olympiastadion, Berlim
Público: 72.000
Árbitro: Ľuboš Micheľ (Eslováquia)
Klose 80' (Relatório) Ayala 49'
Penalidades
Neuville
Ballack
Podolski
Borowski 4 – 2 Cruz
Ayala
Rodríguez
Cambiasso

--------------------------------------------------------------------------------
30 de Junho de 2006
21:00 Itália 3 – 0 Ucrânia FIFA WM Stadion Hamburg, Hamburgo
Público: 50.000
Árbitro: Frank De Bleeckere (Bélgica)
Zambrotta 6'
Toni 59' 69' (Relatório)

--------------------------------------------------------------------------------
1 de Julho de 2006
17:00 Inglaterra 0 – 0 (pro.) Portugal FIFA WM Stadion Gelsenkirchen, Gelsenkirchen
Público: 52.000
Árbitro: Horacio Elizondo (Argentina)
(Relatório)
Penalidades
Lampard
Hargreaves
Gerrard
Carragher 1 – 3 Simão
Viana
Petit
Postiga
Ronaldo

--------------------------------------------------------------------------------
1 de Julho de 2006
21:00
Histórico Brasil 0 – 1 França FIFA WM Stadion Frankfurt, Frankfurt
Público: 48.000
Árbitro: Luis Medina Cantalejo (Espanha)
(Relatório) Henry 57'

Semi-finais

Horários da Alemanha (UTC+2)

4 de Julho de 2006
21:00 Alemanha 0 – 2 (pro.) Itália FIFA WM Stadion Dortmund, Dortmund
Público: 65.000
Árbitro: Benito Archundia (México)
(Relatório) Grosso 119'
Del Piero 120+1'

--------------------------------------------------------------------------------
5 de Julho de 2006
21:00
Histórico Portugal 0 – 1 França FIFA WM Stadion München, Munique
Público: 66.000
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)
(Relatório) Zidane 33' (pen.)

Disputa pelo 3º lugar
Horários da Alemanha (UTC+2)

8 de Julho de 2006
21:00 Alemanha 3 – 1 Portugal Gottlieb-Daimler-Stadion, Stuttgart
Público: 52.000
Árbitro: Toru Kamikawa (Japão)
Schweinsteiger 56' 78'
Petit 60' (g.c.) (Relatório) Nuno Gomes 88'

Final

Horários da Alemanha (UTC+2)

9 de Julho de 2006
20:00 Itália 1 – 1 (pro.) França Olympiastadion, Berlim
Público: 69.000
Árbitro: Horacio Elizondo (Argentina)
Materazzi 19' (Relatório) Zidane 7' (pen.)
Penalidades
Pirlo
Materazzi
De Rossi
Del Piero
Grosso 5 – 3 Wiltord
Trezeguet
Abidal
Sagnol


Itália


França


Artilharia
No final da copa, o artilheiro Miroslav Klose recebeu a "Chuteira de Ouro" Adidas (Golden Shoe Award).[41] O jogador brasileiro Ronaldo foi o último vencedor do prêmio na Copa de 2002, com 8 gols marcados. Ronaldo é o maior artilheiro de todas as Copas, com 15 gols. Já Just Fontaine é o maior artilheiro de uma única edição do torneio com 13 gols marcados na Copa de 1958.

5 gols
Miroslav Klose
3 gols
Lukas Podolski
Hernán Crespo
Maxi Rodríguez
Ronaldo
David Villa
Fernando Torres
Thierry Henry
Zidane
2 gols
Tim Cahill
Adriano
Schweinsteiger
Aruna Dindane
Paulo Wanchope
Agustin Delgado
Carlos Tenorio
Patrick Vieira
Steven Gerrard
Luca Toni
Marco Materazzi
Omar Bravo
Bartosz Bosacki
Maniche
Tomáš Rosický
Alexander Frei
Andriy Shevchenko

FIFA World Cup Stadium, Dortmund. 1 gol
Oliver Neuville
Philipp Lahm
Torsten Frings
Flávio Amado
Sami Al Jaber
Yasser Al Qahtani
Carlos Tevez
Esteban Cambiasso
Javier Saviola
Lionel Messi
Roberto Ayala
Craig Moore
Harry Kewell
John Aloisi
Fred
Gilberto
Juninho Pernambucano
Kaká
Zé Roberto
Ahn Jung Hwan
Lee Chun-Soo
Park Ji-Sung
Bakari Koné
Bonaventure Kalou
Didier Drogba
Rónald Gómez
Darijo Srna
Niko Kovač
Iván Kaviedes
Juanito Gutiérrez
Raúl González
Xabi Alonso
Clint Dempsey
Franck Ribéry
Asamoah Gyan
Haminu Draman
Stephen Appiah
Sulley Ali Muntari
Arjen Robben
Robin van Persie
Ruud van Nistelrooy
David Beckham
Joe Cole
Peter Crouch
Sohrab Bakhtiarizadeh
Yahya Golmohammadi
Alberto Gilardino
Andrea Pirlo
Filippo Inzaghi
Francesco Totti
Gianluca Zambrotta
Vincenzo Iaquinta
Fabio Grosso
Alessandro Del Piero
Keiji Tamada
Shunsuke Nakamura
Fonseca
Rafael Márquez
Zinha
Nelson Cuevas
Cristiano Ronaldo
Deco
Pauleta
Simão Sabrosa
Nuno Gomes
Jan Koller
Nikola Zigic
Sasa Ilic
Fredrik Ljungberg
Henrik Larsson
Marcus Allbäck
Philippe Senderos
Tranquillo Barnetta
Mohamed Kader
Jaouhar Mnari
Radhi Jaidi
Ziad Jaziri
Andriy Rusol
Maksim Kalynychenko
Serhiy Rebrov


Gols contra
Cristian Zaccardo (1)
Carlos Gamarra (1)
Brent Sancho (1)
Petit (1)


Classificação final

A Classificação final das seleções levou em conta a fase em que a seleção chegou e depois a sua pontuação assim como os outros critérios de desempate. Por exemplo: a Ucrânia com um total de 7 pontos ficou à frente da Espanha que obteve um total de 9 pontos. Isso devido a Espanha ter sido eliminada nas oitavas de final, enquanto que a Ucrânia saiu na fase de quartas de final.

Finalistas
Campeão Itália
Vice-Campeão França
3° lugar Alemanha
4° lugar Portugal

Eliminados nas quartas-de-final
5°. Brasil 12 pontos
6°. Argentina 11 pontos
7°. Inglaterra 11 pontos
8°. Ucrânia 7 pontos

Eliminados nas oitavas-de-final
9°. Espanha 9 pontos
10°. Suíça 8 pontos
11°. Países Baixos 7 pontos
12°. Equador 6 pontos
13°. Gana 6 pontos
14°. Suécia 5 pontos
15°. México 4 pontos
16°. Austrália 4 pontos
Eliminados na fase de grupos
17°. Coreia do Sul 4 pontos
18°. Paraguai 3 pontos
19°. Costa do Marfim 3 pontos
20°. República Tcheca 3 pontos
21°. Polónia 3 pontos
22°. Croácia 2 pontos
23°. Angola 2 pontos
24°. Tunísia 1 ponto
25°. Estados Unidos 1 ponto
26°. Irã 1 ponto
27°. Trinidad e Tobago 1 ponto
28°. Arábia Saudita 1 ponto
29°. Japão 1 ponto
30°. Togo 0 ponto
31°. Costa Rica 0 ponto
32°. Sérvia e Montenegro 0 ponto


Premiações


Campeão da Copa do Mundo FIFA de 2006

Itália
Quarto Título



  Proteger as árvores, animais, rios e mares é um dever de todos. Faça sua parte, todos seremos responsabilizados pelo que estamos fazendo de mal a natureza.






Faça parte desta comunidade, venha para o Ache Tudo e Região

PUBLICIDADE
 

Conheça o Ache Tudo e Região  o portal de todos Brasileiros. Coloque este portal em seus favoritos. Cultive o hábito de ler, temos diversidade de informações úteis ao seu dispor. Seja bem vindo, gostamos de suas críticas e sugestões, elas nos ajudam a melhorar a cada ano.

Copyright © 1999 [Ache Tudo e Região]. Todos os direitos reservado. (Declaração de Privacidade). Revisado em: 13 julho, 2015. Melhor visualizado em 1280x800 pixel